Dicas

Morar em Jundiaí: o que a cidade tem de melhor para oferecer?

Cada vez mais as pessoas estão preferindo morar em cidades vizinhas de São Paulo para ter mais qualidade de vida e tranquilidade sem abrir mão das oportunidades de trabalho e programações agitadas da capital. Por isso, ter um apartamento em Jundiaí é o sonho de muita gente.

Mas será que Jundiaí é mesmo uma boa cidade para se viver? E quanto custa, em média, um apartamento neste município? É uma boa região para investir em imóveis? Vamos responder essas perguntas no conteúdo de hoje. Boa leitura!

Muito prazer, Jundiaí – SP

Imagem: https://grupolar.com.br/wp-content/uploads/2022/11/apartamento-jundiai-3-compressed-768×384.jpg 

Jundiaí é uma cidade de médio porte a 57 km da capital paulista, com menos de 500.000 habitantes e 431 mil km², segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas)

Jundiaí foi classificada como a 2º melhor cidade do Brasil em qualidade de vida e o 17º maior PIB (Produto Interno Bruto) do país.

O município possui ruas arborizadas e urbanizadas, vários hospitais, clínicas de saúde, escolas, faculdades, centros esportivos, parques e estabelecimentos de entretenimento. 

Ele também abriga uma das maiores reservas ambientais de São Paulo – a Serra do Japi – e é banhada pelo Rio Jundiaí.

Entenda por que Jundiaí é considerada a “Cidade das Crianças”

O município de Jundiaí é integrante da Rede Latino-Americana – Projeto Cidade das Crianças e possui dois programas voltados para a inclusão das crianças nas tomadas de decisão da cidade e reforço da importância de brincar. 

O programa Comitê das Crianças consiste no sorteio de 24 pequeninos para compor um grupo de debate e apresentação de propostas de políticas públicas para a infância. O objetivo é incentivar o protagonismo infantil e ouvir as crianças.

Já o programa Ruas de Brincar promove o fechamento de determinadas vias, sob a tutela da comunidade, para que as crianças possam brincar sem os carros. Jundiaí foi o primeiro município de São Paulo e o segundo do país a integrar o projeto. 

É bom morar em Jundiaí?

A cidade tem muitos atrativos para quem busca uma vida tranquila, mas sem abrir mão da modernidade e da proximidade com a capital. 

Jundiaí possui uma infraestrutura completa, com comércio variado, shoppings centers, hospitais, escolas, universidades, bancos, supermercados e tudo o que você precisa para o seu dia a dia.

A cidade é um polo industrial e comercial importante, que abriga empresas de diversos setores, como automotivo, metalúrgico, químico, farmacêutico e alimentício. 

Além disso, a cidade tem um dos maiores parques tecnológicos do estado, o Parque Tecnológico de Jundiaí (PTJ), que incentiva a inovação e o empreendedorismo na região.

Custo de vida em Jundiaí

criança com moeda na mão

De acordo com o site Expartistan, o custo de vida mensal estimado para uma pessoa em Jundiaí é de R$4.228, incluindo gastos com moradia, alimentação, transporte e roupas. 

No mesmo site, a estimativa do custo de vida mensal individual na capital paulista é de R$6.755. Como esperado, o custo de vida em Jundiaí é menor que em São Paulo.

Além disso, o custo de vida em Jundiaí é menor que o custo de vida médio do Brasil, calculado pelo site como correspondente a R$4.999.

O que tem para fazer em Jundiaí?

Se você gosta de sair de casa e aproveitar o que a cidade tem a oferecer, você não vai se decepcionar com Jundiaí. 

A cidade tem uma agenda cultural e turística diversificada, que agrada a todos os públicos. Confira algumas opções de lazer e diversão que você pode encontrar na cidade:

Parques

Jundiaí tem vários parques e áreas verdes que são ideais para quem busca contato com a natureza, prática de esportes ou simplesmente um momento de relaxamento. Entre os principais parques da cidade, podemos destacar:

  • Parque da Cidade: é o maior parque urbano de Jundiaí, com uma área de 500 mil m². O parque conta com pistas de caminhada e ciclismo, quadras esportivas, playgrounds, quiosques, lago, mirante e um centro náutico que oferece passeios de pedalinho, caiaque e stand up paddle;
  • Parque Botânico Eloy Chaves: é um parque ecológico que abriga uma variedade de espécies vegetais e animais, além de um lago, uma cachoeira e uma trilha. O parque também tem um espaço para educação ambiental, que promove atividades pedagógicas e culturais para a comunidade;
  • Parque do Engordadouro: é um parque temático que reproduz uma fazenda do século XIX, com casarões históricos, animais típicos, horta orgânica e pomar. O parque também oferece atividades recreativas e educativas para crianças e adultos, como oficinas, brincadeiras, contação de histórias e visitas guiadas.

Museus

Jundiaí tem uma rica história que pode ser conhecida através dos seus museus e espaços culturais. Entre os mais visitados, podemos citar:

Museu da Companhia Paulista

É um museu ferroviário que funciona na antiga estação ferroviária da cidade, construída em 1872. O museu preserva o acervo histórico da Companhia Paulista de Estradas de Ferro, que foi responsável pelo desenvolvimento econômico e social da região. O museu exibe locomotivas, vagões, maquetes, documentos, fotos e objetos relacionados à história ferroviária.

Museu Histórico e Cultural de Jundiaí

É um museu que ocupa o antigo Solar do Barão de Jundiaí, um casarão do século XIX que pertenceu ao barão Rafael de Oliveira. O museu conta a história da cidade desde a sua fundação até os dias atuais, através de exposições permanentes e temporárias que abordam aspectos políticos, sociais, culturais e artísticos de Jundiaí.

Museu do Vinho

É um museu que funciona na antiga adega do Complexo Fepasa, um conjunto arquitetônico tombado pelo patrimônio histórico. O museu resgata a tradição vitivinícola da cidade, que teve início com os imigrantes italianos no século XIX. O museu mostra o processo de produção do vinho, desde o plantio da uva até o engarrafamento da bebida. O museu também oferece degustações e cursos sobre vinho.

Teatros e cinemas

Jundiaí também tem uma cena cultural vibrante, com teatros e cinemas que apresentam espetáculos e filmes variados. O Teatro Polytheama é o mais tradicional da cidade, inaugurado em 1911 e tombado pelo patrimônio histórico. 

Lá, você pode assistir a peças de teatro, shows musicais, dança e circo. Se você prefere cinema, há várias salas espalhadas pela cidade, inclusive com opções em 3D e IMAX.

Gastronomia

Jundiaí é uma cidade que agrada aos paladares mais exigentes, com uma gastronomia diversificada e de qualidade. 

Você pode saborear desde a típica comida caipira até pratos da culinária internacional, passando por pizzarias, churrascarias, hamburguerias e muito mais. 

Além disso, Jundiaí é famosa pela produção de uva e vinho, sendo sede da Festa da Uva, que acontece todos os anos no mês de janeiro.

Eventos

Jundiaí também tem um calendário de eventos variado, que atrai turistas de toda a região. Além da Festa da Uva, já mencionada, há outros eventos como a Festa do Morango, a Festa Italiana, a Festa Nordestina, o Festival de Inverno, o Carnaval e o Natal Iluminado.

11 motivos para morar em Jundiaí

casal na janela

Listamos 11 vantagens de ter uma casa ou um apartamento em Jundiaí. Confira:

Qualidade de vida

Como já antecipamos, Jundiaí foi classificada como a 2º melhor cidade do Brasil em qualidade de vida pelo estudo Desafios da Gestão Municipal (DGM) 2021. Para montar o ranking, a pesquisa comparou as 100 maiores cidades do país e levou em conta indicadores de saúde, educação, segurança e saneamento.

Assim, o município possui uma boa nota no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), baixa taxa de mortalidade infantil, homicídios e acidentes no trânsito; boa cobertura de atenção básica de saúde, e alto índice de esgoto tratado, atendimento de água e coleta de resíduos domiciliares.

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) de Jundiaí, segundo análise do IBGE em 2010, é 0,822. Lembrando que quanto mais perto de 1, melhor é o desenvolvimento humano na cidade, mensurada por índices de longevidade, educação e renda. 

Economia

Outro ponto já adiantado no texto foi a classificação de Jundiaí no IBGE como a cidade de 17º maior PIB do Brasil. Isso significa que Jundiaí é uma cidade com forte atividade econômica e muita circulação de mercadorias.

Além disso, a cidade possui muitas oportunidades de trabalho. Para se ter uma ideia, em  agosto de 2022, Jundiaí completou seis meses seguidos de balança positiva no quesito empregabilidade, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho.

Segundo o IBGE, Jundiaí possui 45,2% da população ocupada, que é o centésimo melhor percentual no Brasil, e um salário médio mensal dos trabalhadores formais de R$3.999,60.

Valor dos imóveis

De acordo com o site Proprietário Direto, o valor médio do metro quadrado em Jundiaí é R$5.555. Assim, um imóvel de 54 m² custaria, em média, R$299.700.

A nível de comparação, o valor do metro quadrado na capital paulista é R$7.620. No mesmo exemplo de imóvel de 54 m², o valor total seria R$411.480. 

Vale lembrar que o valor do imóvel pode ser mais alto que a média dependendo da localização e das características do imóvel, como conservação, acabamento e disponibilidade de área de lazer, academia, espaço pet, espaço infantil, espaço coworking e outros atrativos.

Segurança 

Jundiaí é o 6º município mais pacifíco do Brasil e o 4º mais pacífico do estado de São Paulo, dentre as cidades com mais de 100.000 habitantes, segundo o Atlas da Violências – Retrato dos Municípios Brasileiros 2019

Ou seja, a cidade apresenta baixa taxa estimada de homicídios, boa taxa de escolarização, baixa taxa de vulnerabilidade entre crianças e desocupação dos jovens e outros indicadores sociais positivos.

Isso significa que Jundiaí é uma cidade segura para se viver, criar os filhos e buscar oportunidades profissionais.

Educação 

O município possui 199 escolas e 17 faculdades. A educação básica de Jundiaí é uma das melhores do Brasil, considerando as aprovações e as notas escolares dos estudantes do Ensino Fundamental da rede pública. 

Clima

A temperatura em Jundiaí é muito agradável e há chuvas durante o ano inteiro. 

Ao longo do ano, a temperatura varia entre 13 e 29 °C, geralmente. As chuvas são mais intensas entre novembro e fevereiro e a estação seca acontece entre 1º de abril e 20 de outubro.

Localização

A uma distância de 57 km da capital paulista, Jundiaí possui uma excelente localização. De carro, é possível sair do município e chegar em São Paulo depois de 1 hora e meia. A cidade de Campinas também fica a 39 km, enquanto Guarulhos fica a 69 km de distância.

Jundiaí também não está longe de outros municípios importantes, como Osasco, Barueri, Itapevi, Piracicaba e Limeira, Sorocaba, São José dos Campos e Taubaté. 

Espaço verde 

A arborização das vias públicas em Jundiaí é de 81,6%, de acordo com o IBGE. O bioma da região é a Mata Atlântica, que possui grande diversidade de fauna e flora. 

Em Jundiaí e no município vizinho Cabreúva, há quatro zonas ambientais, que englobam as serras do Japi, Guaxinduva, Guaxatuba e Cristais, as bacias de abastecimento público do rio Jundiaí-Mirim, dos ribeirões Piraí, Cabreúva e Caxambu, e as nascentes do rio Capivari.

Cidade turística 

Outro motivo para ter um apartamento em Jundiaí é o fato de a cidade ser turística. O município possui diversos atrativos, como vinícolas e adegas de vinho, museus, parques e a belíssima Serra do Japi.

Todos os anos, a cidade também realiza a Festa da Uva, que possui exposição, leilão e premiação de uvas, workshops, apresentações culturais, festival de bandas e a experiência da pisa das uvas.

Diversas opções de lazer  

Além dos pontos turísticos, a cidade tem várias opções de lazer como cinemas, parques, clubes, teatros, boates, bares, fliperama, playground de Paintball e boliche. 

Vários serviços disponíveis

Jundiaí possui todos os estabelecimentos necessários na rotina da vida urbana: hospitais, clínicas de saúde, clínicas veterinárias, escolas, faculdades, farmácias, supermercados, shoppings, padarias, restaurantes, academias, hotéis, agências bancárias, cartórios e órgãos públicos. 

Conheça os melhores bairros de Jundiaí

pessoa servindo comida

Certo, percebi que Jundiaí é uma boa cidade para morar. Mas quais são os melhores bairros do município? Já te respondo: Medeiros, Centro, Caxambu e Anhangabaú.

Medeiros

O bairro de Medeiros é predominantemente residencial, mas também possui uma quantidade considerável de indústrias. Ele está localizado na região oeste de Jundiaí, a uma distância do centro da cidade que pode ser percorrida em 15 minutos. 

O bairro possui escolas, praças, unidades básicas de saúde e mercados. Nele, estamos construindo o La Sierra Jundiaí, com vista para a Serra do Japi.

Centro

O centro de Jundiaí também é muito ocupado por residências. Além de ser um ponto histórico da cidade, o bairro é formado por diversas praças, escolas, faculdades, igrejas, hospitais e terminal de ônibus.

O bairro também abriga o Museu Ferroviário, o Museu Judaico, o Museu Histórico e Cultural de Jundiaí – Solar do Barão, o Teatro EAJ Paineiras, o Teatro Polytheama e o Fórum de Jundiaí.

Caxambu

O bairro do Caxambú foi ocupado por italianos nos primeiros anos da cidade e os sinais desse povo ainda são bem marcantes no local, por conta da produção de uvas. Trata-se de um bairro predominantemente residencial, mas também conta com a presença de estabelecimentos industriais.

O bairro também é um dos pontos turísticos de Jundiaí, com lindas paisagens, restaurantes e adegas. Por isso, ter um imóvel para locação nessa região é extremamente rentável.

Anhangabaú

Anhangabaú também é um bairro de Jundiaí fortemente residencial, situado na região oeste da cidade, a 5 minutos do centro.

Lá, você pode encontrar praças, escolas, um hospital, o Parque Comendador Antônio Carbonari, famoso Parque da Uva, e o Complexo Poliesportivo Dr. Nicolino de Luca, mais conhecido como Bolão. 

Quantas horas gasta de São Paulo para Jundiaí?

Se você precisa ir a São Paulo com frequência, saiba que morar em Jundiaí não é um problema. A cidade fica a apenas 60 km da capital paulista, com acesso fácil pelas rodovias Anhanguera e Bandeirantes. 

O tempo médio de viagem é de uma hora, podendo variar conforme o trânsito e o horário. Além disso, há opções de transporte público, como ônibus intermunicipais e trens da CPTM.

Compensa comprar um apartamento em Jundiaí?

A resposta é sim! Tanto para morar quanto para investir, comprar um apartamento em Jundiaí vale a pena. O município é bem desenvolvido, com bons indicadores de educação, economia, saúde e segurança, tem áreas verdes e muitas opções de lazer.

Além disso, ele fica perto da capital paulista, é um ponto turístico e apresenta um baixo custo de vida. O valor dos imóveis na cidade também é bem inferior ao valor praticado na cidade de São Paulo.

Conheça os imóveis em Jundiaí do Grupo Lar!

Viu como Jundiaí é uma ótima cidade pra viver? Estamos preparando um novo condomínio no município que pode ser seu novo lar! Confira os valores e a planta dos apartamentos aqui!

Conclusão

Morar em Jundiaí é uma ótima escolha para quem busca uma cidade tranquila, mas ao mesmo tempo dinâmica e cheia de oportunidades. Jundiaí tem tudo o que você precisa para viver bem: lazer, cultura, educação, saúde, segurança e infraestrutura.

E se você quer morar em Jundiaí com conforto e qualidade, conheça os empreendimentos do Grupo Lar na cidade. O Grupo Lar é uma construtora que atua há mais de 53 anos no mercado imobiliário, oferecendo imóveis com design moderno, acabamento diferenciado e localização privilegiada.

Gostou deste conteúdo? Então, confira os imóveis de Jundiaí do Grupo Lar e conquiste sua nova casa!

Confira também